Quanto uma empresa pode pagar de aluguel sem se prejudicar?

UMA DICA PARA VOCÊ SABER SE O VALOR QUE VOCÊ PAGA DE ALUGUEL ESTÁ EM EQUILÍBRIO COM AS FINANÇAS DA SUA EMPRESA

aluguel

Sabemos que os aluguéis hoje estão com altos valores, principalmente salas comerciais bem localizadas. Pagar esse valor todo mês dói no bolso de todo empresário. É trabalhar por um longo período no mês apenas para tirar o valor do aluguel. Em uma leitura no site exame.abril.com.br, encontramos uma matéria que informa quanto o aluguel deve representar nas despesas para estar em equilíbrio com suas finanças.

Confira o que Arnaldo Vhieira, coordenador do curso de gestão financeira da FMU, nos recomenda:

“É recomendável que o valor esteja entre 8% a 11% do faturamento bruto, para manter uma margem de lucratividade que viabilize a sobrevivência e o desenvolvimento das atividades dos negócios, não comprometendo o aumento de custos operacionais.

No que diz respeito a despesas com aluguel, é importante entender que não basta avaliar somente o valor mensal a ser pago. Deve-se levar em conta a despesa em longo prazo, que envolve os reajustes do contrato. No Brasil, temos vários índices de correção, que muitas vezes não refletem a realidade de mercado e do faturamento da empresa. Vale a pena negociar o reajuste no ato de renovação, para manter o equilíbrio da saúde financeira da empresa e, assim, alcançar os resultados esperados.

A negociação é uma habilidade empreendedora que deve ser desenvolvida e praticada no cotidiano. O locatário é um fornecedor e, portanto, deve entrar na agenda de atenção para baixar os custos, com processos enxutos e negociáveis.”

Leia a matéria completa: http://migre.me/tYXQn

Não é fácil tomar uma decisão de procurar um imóvel mais em conta ou mudar para um mais caro visando um crescimento. Na maioria das vezes a localização do imóvel tem um grande impacto no faturamento e posicionamento da empresa. Buscar o equilíbrio ainda é a melhor opção.


Continue lendo